Seguidores

2010/11/22



 Insanidade




  Ah... O amor, o amor...
Quimera essa que me rouba a sanidade!

Hei de fugir do analista,
Para nunca voltar a tê-la...

Para que o amor seja em mim...
A eternidade!


Czar D’alma
Postar um comentário