Seguidores

2011/01/15

Uma Espera Aflita


 "Uma espera aflita"








Olhei uma foto na estante
Sonhei com momentos distantes
Refiz o verso que, tímido pra ti não li
A chuva é fraca quando se tem lágrimas dentro!


Por uma década esperei pelas desculpas
Por momentos, percebi que não seria assim
A vida que me deixava estava em sua mochila
E você a tirou sem esperar de mim...


Guardo uma frase sua em minha fotografia
E quando amanhece lembro apenas da covardia
De não querer ser feliz, em estar sempre
A olhar sua ilha que te habita vazia...


Mas quando você liga desligo as razões
E Corro pra ouvir você!




Czar D’alma

Postar um comentário