Seguidores

2011/03/27

Sem Você Jamais

     "Sem  Você  Jamais"










Você me fecha a garganta
Seu amor me agiganta
Sou feliz em seus braços, sou matriz
Desde que, voltas-te sou assim.


Me despe os sentidos e me deixo ali
Em seus leitos, seu beijo me devora
Quando eu durmo, tu em meus sonhos acordas
E amo de novo o bem que, fazes a mim, feliz!


Suas mãos em meus seios, meu desejo em tua boca
A coisa quente envolvente, minha alma, uma só
Quero mais desse amor aguardente, que só ama quem sente!
Em dias de luta em me faço infante, meus desejos são bons!


Desde que chegas meu coração á pulsar
Olhando seu corpo, imagino o mar
Querendo amar, tu me levas a naufragar
No colchão meus gritos, calados não são.


E se deitas ao meu lado, me largo, me invado
De suas carícias, minhas loucuras em milícias
Eu preciso mais de ti, quero mais uma noite sem preguiça
Até quando o sol de põe, tu se expõe a minha tirania esguiça.


Te quero um segundo atrás, minutos antes e séculos a mais!
Mas não saia com esta roupa que, desperta outras mortais
Minhas querelas, meus ciúmes já não são por demais
Quero a roupa sem corpo, quero a fogueira no horto



Mas te perder, não quero jamais!





Czar D’alma


Postar um comentário