Seguidores

2011/04/23

Deixa Sangrar

       "Deixa Sangrar"  





Deixa pra sangrar depois
Regado em seus braços, só nós dois
Que o mundo gira em torno do depois
Que acordamos de tanto amor.


Deixa pra sorrir, quando me beijar
Cada dia eu quero o seu paladar
Minha vida em um minuto
Seu sorriso e suas curvas fazem-me delirar.


Deixa pra sangrar quando passar
Outra hora a gente põe a casa abaixo
Quebro o rumo em seus braços me desfaço
Pra a gente poder num mundo poder se doar!


Mas seu sentido é proibido
Rasgo as vestes minha de mendigo
De um molhado beijo seu.


Com a herança dos monges
E na escola de plebeus!



Czar D’alma - Escritor & Poeta. 


Postar um comentário