Seguidores

2011/04/23

SE

                     "Se"  






Se tudo que passou
Deixei no lençol que jamais cansou
Dos dias e noites de amor
Onde poesia eu era


Se tudo que passou
Restou um abraço e uma flor
Das crianças que nós fomos
Dos reféns que nunca herdamos


Se eu chorar quando o dia raiar
O sol há de me recompor sem dor
Das tristezas minhas abandonadas
Pelo nosso mundo que passou.


Se as lágrimas não te trazem
Se minhas danças não seduzem
Quando em lírios eu dormir
Nos campos lindos e floris...


A vida em ti era meu mundo
Mas meu mundo naufragou
Das heranças das crianças
Nos berços do amor!


Se tudo que passou
Não te deixou aqui, comigo
Vou de um lado para outro
Insisto em viver com o perigo


Onde eu caiba em seus braços
E nos lábios de meu amor!
Onde as ruas são assim, floris
E meus beijos não têm fim.


A distância da felicidade
Você a criou pra mim.
Onde tu eras o meu ébano
E eu o seu marfim!


Se tudo que restou foi a flor
Onde minha lágrima rega



E minha alma nunca a sorrir!




Czar D’alma  



Postar um comentário