Seguidores

2011/04/14

Um Homem

     "Um  Homem"    








Carrego comigo as lembranças de uma vida
Levo os amigos, amores, dissabores e feridas


Comigo.
Sem mim, estou farto de ser
O romance inacabado e amigo
A leveza de não a felicidade ter.


Carrego os dias, olhares e mares
Tudo o que tempo nunca promete
As danças e sonhos de tempos de criança
E o que as desilusões nos arremete.


Eu ando vago e levo o fado não português
Tudo o que o emblema inglês
Em nada tem louvado.


Carrego o sorriso da flor
Os dias de sol, em tempos de dor
Ah eu sou um homem nobre
Mas que nunca é lembrado.


Comigo os dias e noites
Cárceres abertos e medos
Do próximo, os gritos e gemidos
Que imitei em meus dias de fardo


Quando a saudade era o cardápio
 E minha vida o próprio prato.
Apenas um homem...
Em seus dias inacabados.


Onde sou a fome e a sede que não cessa
O enfarte, infante o capitão e soldado
Que apenas sabe que é homem
E que seus dias são contados


Sem menos ter dedos para o fazer.



Czar D’alma


Postar um comentário