Seguidores

2011/05/14

Ao Teu Olhar

            "Ao Teu Olhar"  





Quando olho os olhos seus
E vejo o mar de longe, esse sonho meu
Quero o prazer de pousar em ti
Em tua retina em si, me definir!


Quando olho os olhares seus
Sua boca aberta frente à coisa certa
A minha boca quer, deitar em tua língua
A câmara de expurgar a falsa indireta.


Mas se os olhos teus, não vêem meu mar Egeu
Desço a capitania dos portos, como um Galileu
Arrombo a porta que, ainda não esta aberta
Esse seu olhar que, nada e nunca seca


Mas quando o olhar seu
Vislumbrar o medo meu
Que a vida passa e tu não notas
Que sonho em pousar nos braços seus...


Onde a ilha nunca esta só
E minha alma jamais 


Deserta.




Czar D’alma



Postar um comentário