Seguidores

2011/05/23

Impossível Sedução

            "Impossível Sedução"   






      



Impossível não amar as flores,
Quando estas estão em tuas mãos
Meu discurso se rasgou, minha Verne se foi
Quando eu vi as suas costas me dizendo, acabou...


Impossível não amar a vida
Quando a minha se enrasca na tua
Quebrando ondas em à meio a oceanos...
Nadando muito, deslizando em seus planos.


Nada possível de querer em se perder
Quando a mata é teu corpo, meu dano
Minha euforia, esta em teu sorriso, sua força
Onde me deixo a vencer por querer a tua boca


Nada pouco perfeito, quando abres os braços
Meu corpo gemendo querendo os seus afagos
Medida melindra... Em meus lábios seus traços
Segunda intenção me vence me faço me acho...



Impossível nascer e morrer em meio a esse cadafalso
Onde não sou e nem vou... Sou apenas um capacho
De meus indícios não notas e assim, me dano desfaço
Quando tu passas te agarro, tu olhas e desfaz-se em mim...


Assim sou o impossível de desperceber
O quase romance, mas sempre...
O delírio do ato!



Sou o fato!




Czar D’alma

Postar um comentário