Seguidores

2011/05/09

M a r de M e m ó r i a s

       "Mar de Memórias"  


      



Ela parou em frente ao mar...
Via os amores e tudo o mais que a vida tem pra dar
Olhava as flores e das esperanças ali deixadas
Quando tudo que ela queria era amar.


Mas ela mesmo assim contemplava o mar
Queria a infância e os momentos
Que jamais voltaria a abraçar
Ela apenas olhava para seu marear...


Coisas distantes, memórias fortes, alianças...
Onde agora estava sua saudade da vida
Que ela um dia pode e foi feliz
No simples fato de nela habitar.


Meditava a menina, sonhava o futuro
Mesmo com o passado em seu calcanhar.
Amava, sorria, sonhava e dormia...
Do vislumbre que sua estrada veio dar.


De sua agenda, um momento peculiar
Um rosto de homem, um beijo que pode provar
Mas naquele momento onde estaria o tal
Se quando ele se foi, a vida assim o pode levar...


Saudades...
Coisa da mente e dos passos
Que nesta vida, aquela menina-mulher
Pode de tudo contemplar...


Dos romances resgatados da memória
Ou apenas, ressurgidos
De fundo de seu próprio


Mar!



Czar D’alma

 
Postar um comentário