Seguidores

2011/06/09

Vem Bem

            "Vem bem"   







Vem bem, me ame
Desce do mundo veja depois
O que corre na veia semeia
Desde ao lado abrace com voz


Vem bem o mundo é azul
Olhando as coisas que compus
Em meio às correntes dos rios
O amor sempre a mais nos seduz


Vem cá, aconteça
Me dê sua mão me perceba
O horizonte de Belo me aconchega
De manhã o Brasil de Fortaleza.


Abrace Sampa, São Sebastião,
O Acre em meio ao Distrito Federal
Senão acordo em Salvador, passo mal
Mas adoro adormecer com Chimarrão


Vem e Vê o Sudeste, apaixonado como Nordeste
Do Sul caminho em meio à cidade agreste
Os dias de mim são Luis Carlos Prestes
Essa Nação me ludibria e estarrece.







Eu sou brasileiro!





Czar D’alma



Postar um comentário