Seguidores

2011/07/01

Você É

            "Você É"   



           





Você será a coisa eterna em minhas mãos
Da quimera que não foge e não corre em vão

 
Você será a minha estrada sem sofreguidão
A mil milhas paradas e topadas das coisas da vida
Que nunca se rende não


Você será o meu monumento em meu aposento
A beleza rara a história grega jamais lida...
Um instante raro de mito e do afrodisíaco ainda


Você será aquela noite em berço e jeito
Molhados em suor fomos um o que é bastante
Das membranas soltas tu me és o amor em leito e cabana.


Amor! Tu és meu amor, pra mim
Um dia de calor no Rio e o frio em Berlim


Você será um único beijo sem fim
Uma aurora dos rostos imersos São Francisco
Quando eu lhe vejo não acordo e me belisco


Tu és aquela dama que, me afronta sonhos
E me deixas noites inteiras sem dormir...


É o melhor do meu mundo
E a coisa maior em




Mim!




 
Czar D’alma



Postar um comentário