Seguidores

2011/08/02

Distante horizonte do amor

            "Distante horizonte do amor"     



           


Olha a distância e manda-a embora
Cansa em mim teu olhar, nossa vida e história
Olha o horizonte e mande-o buscar a saudade
Dos tempos em nossos braços, amor e verdade


Olha a rua e lembra-se de nossos passos
As noites em claro e o nosso coração em compasso
Mas olha a distância de nossos lábios e grita
Pra que o nosso rumo e caminho se reencontrem em vida


Olha o que fizemos de nossos sonhos
Estende o braço da direção de meu coração
E faça-o dormir ao lado teu
Com aquele gesto exato que nasceu


O amor em distância...
O clamor de corpos ardentes
Os beijos em meios risos e dentes
E o tempo feliz do amor como criança.


Mas acorda e olha o horizonte e desponta a saudade
Por que meu coração esta ardendo por tudo que vivemos
Em amor e em 





Verdade.






Czar D’alma




Postar um comentário