Seguidores

2011/08/01

Empresta a Lágrima

            "Empresta a Lágrima"   




          
 


Empresta-me uma de tuas lágrimas
Pra descansar da dor que há em mim
Deixa-me subir aos céus, colher estrelas
Pra essa gente má esquecer o lado do porvir


Me deixa uma dessas lágrimas
Como eles conseguem mentir
Deita os céus em seu regaço
Esculpi a dor quem mora ali


Em meus dedos estão as mãos
Querendo o seu prelo e oração
Mas se me emprestares lágrimas
Devolvo-as quando o anjo voltar as dádivas


Saudades, mares, estrelas, amores e mãos...
Tudo isso te darei, me deixar àquela lágrima
Tudo aquilo que a alma despe em aflição
Enquanto eles dormem com suas maldades e vãos


Eu quero aquela lágrima
Pra poder dormir e despir a alma
Pra quando vier o tomento em ondas
Estender o tapete, colher estrelas e comer canção.


Onde eu deito só
Mas com aquela tua lágrima
Eu teço a minha oração...


Cuspindo ego, comendo pares
Eu desço na alva com o beijo na mão
Quando em tua lágrima eu me despeço
Mas agradeço alguém por me estender 




Perdão






Czar D’alma




Postar um comentário