Seguidores

2011/08/17

Enredo do amor

            "Enredo do amor"    







Calma amor... Vem!
Por baixo lento sobe bem
Limpa o líquido sopra aquém
Quando perto beija também


Calma amor desce e rola
Delira solta uma frase não ainda não cola
Domina, afasta, circula e abraça como convém


Calma amor canta em segredo
Com a mão divide entre o quadril e o seio
Passeia e volta, agora cola e domina com jeito
Eu sou o seu enredo...


Calma amor, ainda não...
Deixa a onda nos cabelos
Aperta em cima, relaxa o desvelo
Eu já não tenho medo...


Vem!




Somos um...







Czar D’alma





Postar um comentário