Seguidores

2011/08/17

Leite e Suor

            "Leite e Suor"    




                



Dos versos soltos no ar
Foram os nossos corpos à jorrar
Cheiro e suor...
Calma e amor.


Essa coisa sã
Me doma em febre terçã
Eu sou a tua mulher e irmã
Eu sou seu imã, sou seu talismã


Dos versos em sussurros
Dos gritos quase surdos
Eu sou o delirar do absurdo
Um segundo de paz em todo mundo...


Eu sou o seu orgasmo
Eu sou o teu prazer, seu morrer
Quando estás em paz está em mim
E quando não te venho implora sim...


Por querer e ser mais 



Feliz.





Czar D’alma 



Postar um comentário