Seguidores

2011/08/24

Pelo Teu Olhar Sem Riso

            "Pelo Teu olhar sem riso"      




                    





Contemplei o teu olhar
Divagando no vazio
Queria nele habitar
Mas ali pra mim, viria o frio


Olhando distante quase sem pensar
Tu disseste que, jamais poderia voltar
Dos nossos repentes e devaneios meio ao riso
Quando assim afirmava que, não mais me amar


Eu então olhei o teu olhar
Que já não me pertencia
Em meu estômago a virar
Nervosismo sem ter brilho


Meu frio subiu por toda espinha
Desceu até meus medos escondidos
Já não podia nada mudar, coisas que aprendi a amar
Eu estava assim mudando em lágrima o que foi riso


Quando me lembro do teu olhar
Contemplando meu vazio...
Tão distante tu se poste a ficar
Agora não encontro da vida o sentido.


Se eu olho o teu olhar
Aumenta o sonho que perdi
Quando eu estava a te amar
E tu escoando de minhas mãos...



Pelo teu olhar,
Tirando dos meus lábios o 



Sorriso.







Czar D’alma 



Postar um comentário