Seguidores

2011/09/11

Amor, Verdade e Consciência

            "Amor, verdade e consciência"    





                    






Se fosse mentira eu dormiria
Ao seu lado outra vez
Deixaria o mundo se danar
Pra sorrir e amando, cantar


Se fosse mentira
Eu deleitaria meu desejo
E tu irias sim, morrer de prazer
Pra que a vida fosse vossa sem démodé


Se fosse mentira esse batom
Não faria tal estrago
Quando no sofá calado
Tu acendias lembranças, sem me ter ao lado


Vou abrir a porta e que vá embora
Essa memória tua, dessa vã fantasia
Quando eu estava sempre fiel
E tu ironicamente me chamavas de “Maria”!


Outro gole de conhaque e me diga a verdade
Quando estavas em minha cama, eu era só vaidade
Descobri em teus olhos, quase nunca revirados
Onde eu pensava ser feliz e tu o cara realizado.


Hoje sou aquela coisa que lavo do corpo
Esse veneno seu, misturado com incenso
Onde eu amava o meu homem...
E tu ao menos tiveste um bom senso


Deixando ir pro ralo...
Amor, verdade e 



Consciência!







Czar D’alma 




Postar um comentário