Seguidores

2011/09/23

Aquela Aliança

            "Aquela Aliança"    




                    




Deixou a aliança na mesa
Com um silêncio nos lábios foi dormir
Pensou no que iria fazer,
Quis que nada fosse assim


As horas foram suas cúmplices
De tempo em tempo tomou coragem
E pediu que, ele fosse amável
Mas não quis seu amor pra si.


Que o ar te devolva paz
Que seu caminho seja de bem
Que ela iria com seus passos
De outro amor, atrás.


Os dedos não valem menos
Que seus dotes, anéis e apetrechos
Quando a vida era fria, somente ela sabia
Do que fazer com seus medos.


Então é outro dia, a lágrima vem como a chuva
Ela coloca os dias na agenda, sonha com outra curva
O amor poderia mesmo ser assim, ela pensa calada
Quando ao olhar pela janela, devolve a sua vida aquela nevoada


Onde seus dias eram bons e aqueles braços também
Ficou feliz em rever antigo amor e o beijou, amém.
Atracada aos seus sonhos, sorriu e quis o reencontrar
Como é estranha uma vida sem paixão e sem ter a quem amar


Então, ela devolve aquela aliança...
Ela quer mesmo é ser feliz
Com suas escolhas e desejos
Pois foi assim que sua vida, sempre quis


Com suas pretensões ela olha pro mar
Retoma um novo amor e pensa
Como foi bom a mim mesmo...



Me respeitar.









Czar D’alma



Postar um comentário