Seguidores

2011/09/26

Deitando em Flores

           "Deitando em Flores"




                          




Vou deitar nas flores
Que recebi de você
Recordando coisas
Que não queres mais saber


Vou deitar nas flores
Um colchão de desejos
Nuances transbordantes, amores...
Onde minha alma sacia-se em lhe ver


Vou cheirar cada rosa
Deixar você em meus pulmões
Das lágrimas em meio às palavras
Onde não cheiro mais o prazer da canção.


Com esse buquê de nossa história
Amarrar a memória no refrão
Esquecer disso só a tortura
Quando saindo me disseste – Não!


Vou deitar nas flores
Que herdei de você
Com cada palavra fria sua
Tentar levantar, sorrir e viver.


Pois somente as flores ficaram
Onde posso deitar hoje





E ter prazer.









Czar D’alma





Postar um comentário