Seguidores

2011/09/05

Mil Colheitas

            "Mil colheitas"   




                    





Onde eu pisei, os passos trocados que dei
Só com meu justo “injuízo” eu os direi...
Pelas frases deitadas na estrada
Por onde um dia passei.


Se já não conto esses passos
Que entrego ao meu amor
Pode ser que, eu os recolha
Da vida aquela desmedida dor


Onde pisei os erros que plantei
Nem mesmo em mil colheitas ceifarei
Por quantas vidas a graça da vida
Destes convida a destemer a ferida


Pode ser que os passos que dei
Mil colheitas em mil vidas de um rei
Pra onde um dia parei, fitei e sentei
O palhaço já não é aquilo que me tornei


Então eu olho as pegadas que deixei
Pra herança dos equívocos de um amor
Onde a colheita pode ser retratada
Na força que, na terra os meus passos





Trou!








Czar D’alma 





Postar um comentário