Seguidores

2011/10/17

Jamais seremos como antes

             "Jamais seremos como antes"   




                       




Guardei coisas lindas
Amei algumas distantes
Tirei desejos de minha bacia fria
Errei em colocá-los na minha instante.


Andei por quase todas as noites e dias
A procura de um amor, a procura de um amante
Mas foi em minha estrada e vida
Que me deliciei com meu próprio diamante.



As noites, as danças e lugares que fomos
Desapareceram no apagar das luzes
Escrevendo a minha felicidade
Em nome de quem nunca somos


Aprendi a caminhar os meus passos
Na memória das coisas inconstantes
Beijos, abraços, mesas e dias delirantes
Assim se foi o que fui, terra e água distante.


Mas se não fosse a tua companhia
A minha vida, nunca seria como antes
Amor, alegria e uma alergia
A essa memória que, dói avante.


Dos tempos em seus braços
Isso sim era a vida sendo
Meu eterno diamante.
Onde éramos felizes...


Mas jamais seremos como 



Antes.







Czar D’alma


 
Postar um comentário