Seguidores

2011/11/16

Relampejo

            "Relampejo"  




                     

    

 

Quando quero a eternidade
Pouso no minuto que te conheci
Coisas que se deram num instante
Mas que sempre hão de nos esculpir.



Sentenças sobre a mesa
Amantes deslizados sobre corpos
Cada dia tem sua beleza...
E nosso aroma debitado desde os copos.


Quando eu quero a eternidade
Sonho com seus beijos
Seu sorriso, adormecidos em gracejos
Corpos suados em doces relampejos.


Quando estou eternamente feliz
Nos seus braços sou assim pedindo bis
Um aeroplano pra decolar
E seu beijo a me fazer definir


Por que quando estou na eternidade
É do seu corpo que me afogo
E me dispo do que há em mim.


Um relampejo de lágrimas...
Que ao seu lado é 



Feliz.








Czar D’alma 



Postar um comentário