Seguidores

2011/12/24

Jardim de Prazer

            "Jardim de Prazer"      




                       







Banhei-me nas flores que plantei em você.

Bebi do desejo de lhe querer pela primavera

Por que colhi de seu corpo as flores

Pra jamais de seu prazer me perder.




A cada respirar de tua face

Os meus poros de prazer relaxam

Onde tu te escondes de ti

A minha ânsia te acha e sorri.




Quando eu colher de seu corpo

Cada flor que plantei em seu desejo

Vou poder abrir o jardim

E nele morrer de prazer.




Onde a saudade não mata

E nem o degustar de você.

Isso sim é maior prazer

Degustando de ti e aprendendo a 



viver.









Czar D’alma 



Postar um comentário