Seguidores

2011/12/01

Quase R a r o

            "Quase raro"   





                          




Hoje eu me senti mais ralo
Me pus em meio as dores que vivi
Dou-me sempre com meus atalhos
Onde sempre quis ser o melhor de mim.


Hoje eu acordei querendo seu abraço
Dos abraços que degustei nenhum deles
Ainda vive por aqui.
Sou uma sentença fraca
Sou uma aberração inexata
Onde os livros não explicam
E a vida continua sendo, um nada.


Hoje eu me sinto mais só
Quando fecho os olhos
Lembro dos amores que vivi.


Pode ser que o amanhã seja melhor
Quem quer ser melhor amanhã
Não deixa pra ontem o hoje
Que vive dentro de si.


Eu quero estar ao seu lado
Quando a minha vista apagar
Por que as coisas passam rápidas
E a vida que não é coisa vã
Se faz passar também assim.


Hoje eu acordei mais raro
Pode ser que me custe mais
Pensar e sentir-me assim.


Amanhã eu me reinvento feliz
Por que hoje, ainda não 





Consegui.







Czar D’alma 



Postar um comentário