Seguidores

2011/12/12

Tua Canção e Ciranda

                 "Tua canção e ciranda"  




                          









Desde que te vejo
Meus olhos são seus
Essa miríade de esperança
Sentença ao coração plebeu.


Os nossos mundos que não se beijam
Nossos corpos que não se encontram
Com uma canção eu faço a minha cama
E deito a solidão ao lado de minha alma em chama.


Desde que te conheço
Ando nessa busca por ti

Por tudo que é seu

Por cada pisar de tua insegurança

De quando ires pra casa te torna criança

De quando os meus sonhos a tua fé não alcança

Desde que te conheço eu ando nessa jactância...



Um minuto de silêncio e meu coração já balança
Por que desde que te conheci...
Tenho um monte de sonhos
E alguma esperança.


De quando parar de mentir
Eu seja a tua canção e 





ciranda.






Czar D’alma 




Postar um comentário