Seguidores

2011/12/01

Um Valente Ferido

       "Um Valente Ferido"  




                       





Esse valente ferido
Em busca da vida o sentido
Que vá em frente e jamais retorne
Por causa do medo ou perigo


O mundo é bem mais
Do que se diz pelo próprio sentido
Eu carrego as minhas armas comigo
As lutas que venço só em Deus me faço e redimo.


Um valente ferido
E o mundo não é mais o que digo
As forças das flores, os amores, os abraços amigos...
São estandartes que levo aqui dentro comigo.


Quando os dias secam e os sonhos voam
De meus próprios medos me refaço em lágrimas
Das coisas que errei, pessoas que magoei
Mas que sempre as levo em busca de alguma dádiva


Quando a saudade me abraça e as lágrimas caem
É em seus braços que pertenço e a mais ninguém
Com as armas ao lado e contigo dentro
Eu venço uma luta a mais e além


Com os sonhos que esculpi na alma
E na esperança de quando criança
Essa vida de ferido, essa alma de valente
Mas que se não fosse seus beijos...


Não teria vitória e nem



Sentido.







Czar D’alma 




Postar um comentário