Seguidores

2012/12/30

“Ainda que não floresça, sou”

  
Ainda que não floresça, sou” – Czar D’alma.
 
 
 
Ainda que não floresça, sou” – Czar D’alma.
 
Era um sonho, um cadafalso de meu ser
Ou apenas, um delírio ao ousar-me.
Ser chamado por você.
 
Se tu me contemplas ouve a minha dor
Carrega comigo essa cruz e me ajuda
A suplantar o que dentro de mim
Ainda não passou...
 
Escuto a sua promessa e sei que
Ela ainda em mim não chegou
Pode ser que a figueira não floresça
Mas, em mim sei que é fiel o que jurou.
 
Eu sou de ti ainda que a dor grite não
Por ser a vida uma roda de esperanças
Eu amparado por tua voz, promessa e Palavra,
Tomado dessa graça e misericórdia vou e estou.
 
Eu sou de ti, Senhor! Deus de amor!
 
Czar D’alma “Ainda que não floresça, sou” –


 
Postar um comentário