Seguidores

2013/01/24

Minha estação

Minha estação – Czar D’alma.
 
 
 
Minha estação”   Czar D’alma.
 
Queria eu, gerar uma estação,
Onde a mágoa não dissolvesse a razão
Onde só se respira a paixão.
Quem me dará essa concepção.
 
Quem me dera pegar na sua mão.
Quando as flores brotarem do coração.
Essa será, enfim, a minha estação.
 
Queria eu, poder lhe explicar.
Que não arde aquilo
Que se não quer amar.
 
Eu ando preocupado com o Haiti
E com as dores de coração dentro de mim.
Eu sou mesmo, egoísta de si.
Procuro a minha estrada fora de ti.
 
 
 
Eu ainda gerarei uma estação.
Onde o terremoto se faz
Pelo beijo na rua, na cama e no chão.
 
Gerando coisas assim dentro e fora,
Você sofrendo, jamais queria ir embora.
 
Eu ando compondo canções, chorando em fortes emoções.
É que meus amigos carregam rifles pra conquistar corações.
Que nasça logo, essa nossa estação.
 
Quando as pessoas puderem atravessar a rua
E não atropelar a felicidade de quem vive de aflição.
Que venha logo, essa nossa compaixão.
 
Queria eu, gerar um eco que me fizesse ouvir,
Quando as estrelas e os sonhos não mentem...
Nem naqueles que a gente sonha acordado sem mentir.
 
Por favor, me dê a mão, ando tão só
Por que acordo com os peitos nas mãos.
Esperando uma resposta dentro e fora
De qualquer estação.
 
Queria eu, poder lhe dizer, o quanto amo, me perco...
Pareço explicar querer beber cicuta entre os gregos.
Pois, ainda não nasceu essa nossa linda estação.
 
Onde os braços são rígidos por ter amor
E não mais, outra ambição.
Eu ando meio sem medo, apenas com gelo...
Dentro de um drinque que não sai de tua mão.
 
Então, beba de nossa estação solte as amarras do preconceito.
E me diz, por que, não!
Se a fantasia é para os loucos, por que não bebermos da paixão,
Lembras que o amor é a nossa estação.
 
Em dias de frio eu me amarro em lembranças
Quando sei que lá fora a vida vazia da mentira continua
Em sua boca, trabalho, tribo e aliança...
 
Só por que um dia eu fui
Um romântico em tua própria ambição.
Fazendo de minha vida um delírio
Roubando-me a minha única estação.

 
 
 
Minha estação – Czar D’alma.
Postar um comentário