Seguidores

2013/02/12

“Desistir de mim” - Czar D’alma.

“Desistir de mim” - Czar D’alma. 





“Desistir de mim” - Czar D’alma. 



                                                 
De que sou feito
O que me completa.
Eu não sei.
Só sei de mim...

Pra onde vão os pássaros
De que é feito o agora
Eu ainda não sei...
Digo, assim que descobrir de mim.

Os meses são eternos
As almas também
Amamos o mundo e este jamais
Amou alguém!

Não quero mentiras
Quero você!
Quando não estou contigo
Estou em meus sonhos com o teu ser.

Por que tantas perguntas
Por que os homens não trazem paz
Seja lá como e onde for...
Não sejamos como os demais.

Eu não sei até quando
Estaremos nós por aqui
Pode ser coisa de destino, quem sabe...
Mas, às vezes, nós queremos sumir.




Eu que não minto, menti para mim...
É outro dia e ainda não consigo dormir.
Eu preciso de paz, como só o amor faz
Mas, sinceramente não quero pedir.

De que sou feito
Quantos anos, e vida terei
Quando eu me visto de mim...
Pareço com o “bobo-da-corte” e nunca com o rei.

De que sou feito
E o que deixo fazer de mim
Parece loucura...
Mas, quem desiste do Amor...

Desiste de mim!



“Desistir de mim” - Czar D’alma.  


Postar um comentário