Seguidores

2011/10/06

Beleza do Mundo (Como a Vida É)

            "Beleza do Mundo" (Como a Vida É)   





                    



É impressionante
Como quem, sempre é mal-educado
Quer dar lição de educação.
De como quem, manda muito
Jamais quer pedir perdão


É meio hilariante eu sei
Mas quem, mais acusa
Nunca percebe o quanto
Que é vacilão.


Acho estranho, quase me calo
Mas quem dá lição de moral
Quase sempre dá de cara
Com sua própria ambição.


Sinto graça, caio de rir
Quando percebo
Que quem muita explica
Nunca tem verdade pra vestir.


É hilariante, quase imbecil
Mas quem diz que o exterior é importante
Quase nunca tem importância no Brasil.


É estranho quase hilário
Que quem cuida da fome
Não tem dinheiro, não tem poder
Mas, quase nunca se veste de vigário.


Essa vida me dá graças
Outras horas, vontade de chorar
Quando entendo que, quem me ama
Quase nunca parou pra me acusar.


Dou de riso, me calo, me confundo
Quando olho pra toda essa gente
E ainda vejo e creio...
Na pueril, beleza desse 





Mundo.








Czar D’alma



 
Postar um comentário