Seguidores

2019/03/05

Ainda há felicidade - Czar D'alma


Ainda há felicidade




Ainda há felicidade


Ela mal acordou e se lembrou
Do amor que se foi  e da dor que ficou
Não reteve as lágrimas, nem seu sol se pôs




Os dias passaram e na varanda
Poeira, sonhos e cheiro de maçã
As coisas não são e as pessoas não vêm
Quando a dor ainda é uma irmã.




Em tempos e dias limpou a sala
Debruçou-se pela escada
Arrumou o quarto, inspirou-se no ato




Fez o eu jardim, deu flores e amor
Já vai voltar a primavera
E tudo novo ficou




Abriu sorriso, amou a si
Descobriu que ainda vivia
E decidiu por estar sempre ali.




Em dias de sol sorri, em chuvas se cobre
No outono e inverno cobertor e chinelo
Então, alguém bateu a porta
Ela abriu e um novo amor chegou de amarelo.




A paz que sempre teve vingou
E nada mais deixou do que sobrou
Ainda há felicidade
Ainda que se perca na saudade.




Que cada brilho teu
Seja a luz do próprio amor




Uns dias a gente se deixa ir
Noutros se procura 




por aí.


Czar D’alma –  Ainda há felicidade.