Seguidores

2019/06/12

Das Flores – Czar D’alma.



Das Flores  –  Czar D’alma.




Das Flores  –  Czar D’alma.

Hoje vim entregar as flores
Em jarros de pedras que feridas que a mim fez




Hoje eu vim doar o tempo
Do tempo que nem sei se terei
Hoje é um dia singular
Como todos os dias que desperdicei




Hoje eu vim doar as flores
Em meio as pedradas que levei




Pode ser que estas flores não tenham
As cores e o formato que desejas
Mas sempre elas terão de mim
Assertiva impressão do sentimento que acalentas.




Hoje é dia de doar as flores
Por que até dos monturos
As flores sempre nascem e despertam
A poesia que jamais escrita alguma acerta.




E se as flores não lhe bastarem
Que recebas o meu calor...




Quando tudo for silêncio
Saiba que estarei do teu lado 




frente a dor


Das Flores  –  Czar D’alma.