Seguidores

2019/07/26

Arquitetura do Amor - Czar D’alma.



Arquitetura do amor – Czar D’alma. 




Arquitetura do Amor  




Você entrou na minha estrada
E construiu pontes de felicidades
Viadutos de esperança




Das meus tango, sensual dança.
E dos meus erros perdão...
Coisa nobre, família
Orleans e Bragança.




Agora eu estou em projeto
Onde o amor é linha reta
Tu és a pele e a mente...
Da felicidade o arquiteto.




Então, eu abro o portão
Te vejo entrar com pão e fé nas mãos
De um dia acelerado
Deitar e acordar ao lado.




Eu ainda em construção
Chico Buarque e Caetano
No nosso lema e refrão...




A gente cai na "vibe" da alegria
Onde amor já não vira nostalgia
Por que despimos toda hipocrisia
Onde tu é o refrão da minha sinfonia.




Eu acordo e fico tão, tão e tão...
Abro os discos e escuto do Jobim, o Tom.
Sei que temos tempo e acalanto
Ouvindo preto no branco.




Por isso agora a gente entende
Que amor e vida pertencem ao ateu
E que alocam e somam na vida do crente.




Eu ainda sonho com nossos rituais
Onde somos tudo, somos iguais.
Fiz de você a minha história...
A felicidade de lhe ter na memória




Nem procuramos em festivais
Aquilo que dorme e acorda
Debaixo de nossos lençóis...




Que a vida seja plena
E o amor repleto.
De sons e gemidos Bergman
De onde sou luz, mas com você... 




Sou completo!




Arquitetura do Amor  - Czar D’alma.