Seguidores

2011/10/02

Deixa Sangrar

            "Deixa Sangrar"   




                    




Isso arde, inflama e invade...
Deixa a alma em logro salutar
Concede-me a roupa louca
De me despir, cansei até de sangrar


Dos dotes são as pragas
Quem herda a sorte
Finge que ilude a morte
Tem gente que tenta se enganar.


O sol é quase sempre azul
Vermelho é a cor do macaco nu
Andamos por milhas em buscado mar
Pra quando chegar ao fim puder enfim chorar


Eu amo mesmo em tons de blues
Em cada esquina um menino come sul
Pelas esperanças sangrentas que me inventei
Pra quando acordar, mentir sentado sorrindo, como um rei.


Não sei qual é a Angra que herdei
Dos meus tipos são as hordas do Brasil
Veste de raça, morte na caixa e um sorriso lindo
Pra quando acordamos em meio a TV no domingo.


Futebol, samba e uma coisa pra me engravidar
De sonhos que, herdei quando quis levantar
Adorando idéias e idealizantes.
Pra na minha lápide mentir
Eu não mais 





Sangrar.








Czar D’alma 




Postar um comentário