Seguidores

2011/02/20

Sou Tua Mulher!

   "Sou  Tua  Mulher!"











Vem! 
Me rasga essa tristeza, me veste de amor
Vem! 
Me solta a Alma, despreza o frio, me faz teu calor!
Vem! 
Dilata a língua, envolve-me em ti...


Sou tua...


Vem!
Dezembro e decente, louco, ardente...
Me banha em desejos, me arranca a dor.


Sou tua mulher!


Pelos rios e vales, me valha a morte da vida!
Me encaixa a saudade na caixa da despedida
E me diga que ainda me quer...
Sou tua mulher!


Quando você saiu, levou o calor
O frio entrou tudo de bom sumiu...
Como fico com esse vazio chamado teu corpo!
Como amarei a vida, missa presente e coisa de louco.


Sou tua.




Czar D’alma


Postar um comentário