Seguidores

2011/02/22

Meus Mananciais

    "Meus  Mananciais" 

 





Pelas coisas lindas entorpecidas

Fiz-te um mar de poemas, pra dormires linda

Cozi sementes de orvalho pros seus lírios

Metade da maçã, pro desejo e pro ninho...



Pelas coisas lindas deste mundo, fiz-te toda minha!

Nu despi, O sol, a lua, dei-te pra sempre a minha vida...

Holocaustos não têm sorrisos de meninas,

O mundo é belo, pois nos cabe ainda.



Dei-te o horizonte por teu colírio

Abri os mares e dei-te os golfinhos...

A vida tem seu próprio ninho.

Ainda nu estou sozinho, hino, indo, findo...



Das mazelas dos homens, perdi o brilho!

Caminho comigo, pois sem ti a vida perde o brio!


Meus manacias são secos e não do édem o destino!





Czar D’alma




3 comentários:

Anônimo disse...

MUITO LINDO BEM PROFUNDO...

Caminho comigo, pois sem ti a vida perde o brio!

NO CAMINHAR DA NOSSA SOLIDÃO SÓ AS LEMBRANÇAS NOS ACOMPANHAM DE MÃOS DADAS. COM ELAS ACABAMOS

hino, indo, findo.

MUITO LINDO, MUITO PROFUNDO.

ABRAÇOS ANÔNIMO, ANÔNIMO...

rosa rodrigues disse...

muito linda meu amado menino, fico lisogeada com tanta coisas lindas que sai desse coraçao , um tanto machucado pela ingratidao de falças amizades , mas sempre forte e levand seus poemas , suas alegrias a todos . receba meu carinho e auele bj na alma... manaste.... rosa maria

Czar D'alma disse...

Obrigado Rosa, nobre dama e amiga! Adorei o empático e sempre, inteligente comentário! De sorte, fico feliz e com sentimento inusitado, ao comentário do "Anônimo"! Excelente colocação e disposição de parte do poema! Muito Obrigado!
Sempre em cada participação, aproprio-me do carinho de cada um, em cada gesto e atenção doada ao vosso espaço e a minha, singela pessoa!

Beijo N'alma &

carpe diem!


Obrigado, muito Obrigado!