Seguidores

2012/04/15

Vestido Sem Corpo

       "Vestido   Sem   Corpo"  




                  




Se da alma é a via da dor
Por que canta a sorte outro olor.
Por que em cada rio esta um sentido
Eu abro a janela do meu quarto, quero da vida um sentido.


Quando o mar esta quieto e a minha alma também
Eu sei só a esquina sabe da via que virá se é amor, mal ou bem.
Pois eu ando com minhas ondas da mente quietas
Por causa da coisa errada em hora certa...


Romance sem beijo,
Sorriso sem gracejo...
A dor em meio ao contrário sentido
Eu andando de costas...
À procura de seu corpo encontrar,
Em qualquer outro vestido.


Que dor é esse amor...






Czar D’alma – Vestido sem corpo






Postar um comentário