Seguidores

2012/01/19

Cheia de Vida

       "Cheia de Vida"  




                      



 

Hoje acordei com lágrimas...
Aquelas vossas palavras feitas em mágoas.
Um deserto na alma que não se acalma
E um lenço em saudade naufraga.


 

Hoje eu acordei assim, assim...
Com saudades de seus beijos
Uns doces gracejos que agora
Não dedicas a mim.

 

Hoje eu dou com o tempo como aliado
De tempos que a vida é um mar salgado
Os meus olhos não podem ver aqueles dias
Em que éramos oceanos de doces alegrias.


 

A vida ainda me sacia...
Mas foi em seus contornos
Que esta era uma real fantasia.
Cabeça quente, casa calada quase vazia

 

Hoje eu acordei como não queria...
Com seus olhos na alma
E com a temperatura tão fria.

 

Hoje eu acordei sozinha,
Tudo o que jamais queria.
Por que no meu corpo e alma
A tua pele ainda suscita a minha.

 

Hoje acordei querendo morrer
Porém, mesmo sofrendo
Cheia de 



vida!



 


Czar D’alma

Postar um comentário