Seguidores

2011/05/16

Você Não Vê Meu Mundo

       "Você não vê meu Mundo"  







Se você não vê o meu mundo
Deixa o caminho como esta
Um segredo pra você
Mas pros outros, plenos mar!


Se você não vê a estrada não vem comigo
Tu não sabes tuas datas, te envernizas no domingo.
Mas se não vês o meu mundo...
Me percas em meus delitos e perigos


Sou assim, quebro o ser...
Amarro os leões, cuspo no poder
Mas se chegas tão criança...
Tiro o chapéu para você.


O meu mundo é tão pequeno
Jamais caberá dentro de você
Cada coisa faz sentido,
Quando vivemos pra amar e pra morrer!


O meu mundo...
Ah, o meu mundo não é belo, nem é feio
Apenas um germe destemido.
Quebro regras pra sofrer, ando em meio ao meu gemido.


Se você não vê o meu mundo
Deixa estar, daí de leve, fique mudo
Quando o seu dia chegar, por favor nunca digas
Que eu te dei, mais de dois fortes comprimidos


Um pra você comer
O outro um Viagra

Pra sorrir...


Se você não entende o meu mundo...
Cale a boca e sente, com a boca aberta
Sorrindo para as milícias de não anjos
E nunca percebendo desta vida,

O lindo

O livre,

O solto e o absurdo!



Você não vê o meu mundo
Abro as portas pra você,
Um dia pra morrer, outros dias...
Tome de seus próprios comprimidos!


E deixe meu mundo...



Ficar mudo!






Czar D’alma 



Postar um comentário