Seguidores

2015/12/01

“Meu malquerer” - Czar D’alma

“Meu malquerer” - Czar D’alma 





“Meu malquerer” - Czar D’alma 





“Meu malquerer” - Czar D’alma 


Sabe. Aquela coisa de você ir embora.
Pode ir. Pode ser, vá já, não demora!

Sabe aquele dia que me deste um fora...
Agradeço não posso pegar mais agora.
Sonhas? Bem a ti te faz, mas não me atormente.
Não vê, não quero mais ser menos que gente.




Preciso de um dom de seu silêncio
Preciso de um pouco de ser sem você
Preciso aprender a me amar, ser.
Até preciso saber que não preciso depender.




Mas, venha o dia, à noite, o beijo e a boca.
Acorda a minha saudade de querer-te à mão, louca.
Por que, eu nem sei, mas pretendo dizer...
De tudo o que disse, não disse o bastante, e afirmo:





Preciso amar-me meu malquerer! 






  “Meu malquerer” - Czar D’alma 


2 comentários:

judi bola online disse...

lol that's a little bird

Czar D'alma - poeta disse...

Olá, Anônimo(A)! Sim é um pequena pássaro... mas o que seria da vida, sem a beleza dos símplices...
Obrigado e volte sempre, pois sempre és bem vindo(a)! carpe diem!!