Seguidores

2011/01/24

Inspirações Fatais

 "Inspirações Fatais"







Agradeço a Deus
Pelos seus juízos imperfeitos
Por derramar leite em meus seios
Pelos seus medos e anseios
Por não andar de mãos dadas!
Pela fralda em sua mão empoeirada
Pelo dia em que, dormiste com minhas mãos...



Pelas frases ditas e recolhidas
Por comer comigo minha comida
Ser meu homem e minha vida
Ser o que sai no fim da noite ainda...
E que me deixa inspirações fatais



Ah eu ando atrás de seus ancestrais!
Querer beber de seus devaneios a mais
Sendo uma menina ao dia
Moça ao entardecer
E a melhorar a noite u’a vadia!





Czar D’alma


Postar um comentário