Seguidores

2011/03/25

Lágrimas e Estrelas

    "Lágrimas  e  Estrelas"








Cai em fronte essa constelação...
Vem do mar essa chuva de estrelas em mim
À noite me abraça, minha lágrima, meu coração
Guardando coisas boas dos momentos vãos!

                          
Seu cheiro ainda esta em minha pele
Você sai sem notar a minha aflição...
Desfaço gavetas, abro minha silhueta
A vida se desfaz de meus gametas!


Essa chuva de estrelas, minhas lágrimas abertas
A lembrança de que nosso amor seria a coisa certa
Cada dia que passa você me vê e não me espera
Quero o seu corpo nas minhas linhas mais incertas!


Olhando as estrelas, espero o momento que passou
O cometa, o Tsunami, o Japão, um mundo que vingou!
Deixaste, pra trás a herança de meu amor
Pela procura de minha avalanche e dor...


Quando as estrelas sorrirem você não estará aqui
Longe de meu mundo, sempre dentro de mim...
Querelas acorrentadas na alma de um beijo sem fim  
E eu procurando a nossa constelação e querubim


Vão os nossos dias, pelas promessas não feitas
Dos lençóis, ficara a coisa, mais incompleta...
Os dias de sol, os beijos de lua
Nada que posso tocar...


Apenas isso é o que, me resta e me azeda
Quando a lua vem e não me traz as estrelas...
Dos dias de noites, quase isso me tormenta
Quando não tua voz é a brisa na cabeça


Onde caem minhas lágrimas
E as estrelas por dentro me arrebentam!


Como trocar essa dor, por uma alegria e suspeita


Que eu seja da tua alma gêmea a mais perfeita!





Czar D’alma 

Postar um comentário