Seguidores

2011/01/04

Felicidade Despida

 "Felicidade Despida"



Fechei a porta do quarto...
O guarda-roupa está lacrado...
Algo triste me invade
Quero o sorriso dos amigos!

Levo a solidão companheira
Na lida leve da soleira
Estendo e desço a bandeira
Não vejo o sol, semana, a lua nem a feira!

 A Escuridão é amiga
Meu laço é minha briga
As lágrimas não beijam ainda
Vivo a delícia de uma quinta avenida!

To tapando a ferida
A covardia não dá trégua
Mas quando você está em mim...
A felicidade despida por um segundo,


Revela-se com um sorriso para mim!




Czar D’alma
Postar um comentário