Seguidores

2013/04/23

“Se o tempo falasse” – Czar D’alma.


“Se o tempo falasse” – Czar D’alma






“Se o tempo falasse” – Czar D’alma



Se o tempo falasse comigo
Me diria pra falar mais alto
Escolher da vida o que faz sentido
Jamais fugir do perigo.




Se o tempo me ouvisse
Eu diria menos
E ouviria da vida
O que chamam de ferida.

Se o tempo me desse um dia a mais
Eu colheria flores das feridas
E abraçaria anjos nos pomares
Onde tudo é amor e cantares.




Se o tempo parasse pra mim
E passar um tempo a mais
Com quem amei e me doei
Seria benfazeja essa paz.

Se o tempo colhesse o passado
E o passado não olhasse pra trás
Eu comeria da vida
Aquela coisa perdida.




Eu iria voando pro agora
Por que o agora quase nem é mais




Por que se o tempo falasse comigo
Eu faria as pazes com meus medos
E dos meus inimigos
Faria amigos.

Se o tempo me abraçasse
No lugar de quem me feriu.
Eu deixava as lágrimas sorrirem
Esquecia de que pátria a dor me pariu.




Se o tempo falasse
A gente ia tão bem se dar
Calar as coisas que mentem
Verdadeiramente saber amar.

Mas, se o tempo calar
Eu escuto o futuro
Pra onde os erros se perdem
E o acolher é para os que me pedem.




Por que se o tempo não fala
Não sou eu que irei te gritar.
Por que se o tempo girasse
Ninguém mais a se equilibrar.

Eu que ando comigo
Com aqueles poderia estar
Se o tempo comigo um dia falar
Abrindo o sorriso, armas nem pensar.




Se o tempo falasse
Ele diria pra eu degustar
De cada frase dos meus filhos
E da minha semente feliz poder me embriagar.




Se o tempo não cala
A vida assim o fará.
Por que há tempo de dor
Mas, na dor ninguém quer saber de lidar.

Então eu cuido de mim
Por que o tempo não fala.
Pois quando ele algo me diz
Eu tenho que me contentar.




Em cada frase que o tempo me dá
Algumas eu deliro em risadas...
Em outras eu sou a piada
Que nunca quer calar.

Ah o tempo não fala
Mas cala a boca
De quem ao tempo
Não sabe se cuidar.




De tempo em tempo
O tempo faz discursos
Que a maioria prefere saber...
Que o tempo é sábio.




E nós em nada temos o que dizer





“Se o tempo falasse” – Czar D’alma



3 comentários:

João Paulo Moço disse...

O tempo fala, amigo! Seus versos provaram isto! Eles são a voz de um homem que soube ouvi-lo de coração aberto!

Seus filhos são sua feliz semente, sim! E seus versos são filhos também! O tempo ensinou a embriagar-se neles! E você, poeta desde que nasceu, compartilha tal estado com o mundo: felizes os extasiados ao lerem tais tesouros!

E aqui estou eu, privilegiado, viandeiro nessa madrugada, desfrutando dos teus versos!

E mais feliz sou por saber que, o dono desse gênio criador é meu amigo! Que tive a honra de, numa roda de boas almas, conversar olhando nos teus olhos!

Parabéns, Czar! E obrigado pela luz que irradia!

Anônimo disse...

Depois de muito tentar, consegui entrar nesse mundo maravilhoso que é o seu. Não deu tempo ler tudo, mas o pouco que li, mostra uma sensibilidade que me chama atenção. Parabéns Czar! Sinto-me lisonjeada em ser sua amiga. Beijos

Czar D'alma - poeta disse...

Olá, João Nobre Amigo e cavalheiro e "Anônima"! Gente linda, muito

O B R I G A D O !!! Por tão doce

caudaloso gesto para comigo e vosso

espaço aqui! Sem palavras para

agradecer à altura de vossos meigos

comentários e ao poema do amigo acima citado!

Voltem sempre, pois este espaço

é de TODOS!!

Beijos N'alma e carpe diem!

Até!