Seguidores

2013/07/23

“Quando decolei” – Czar D’alma.

“Quando decolei” – Czar D’alma.





“Quando decolei” – Czar D’alma. 



Foi quando você disse que me amava
Que criei asas e voei.
Me perdi em tantos enganos
Dos amores que nunca ganhei.




Mas, foi em seus lábios.
Que aprendi a conjugar o amor.
Quando você teve medo
Eu de coragem me forjei.




Nas margens do rio me banhei
Quando descobri que te amei.
Mesmo quando estavas distante
Eu sempre com meu amor lhe acompanhei.




Eu criei asas e voei
Por causa de um beijo teu.
Hoje olhei pra o céu e decolei
Ao lhe ver nos meus braços outra vez.




Ontem você ficou triste
E por isso eu chorei.
Quando sempre estás feliz
Eu me sinto melhor do que um rei.




Não me venhas dizer que não senti
Quando distante lhe vi partir
Minha alma ficou separada de mim
Mas mesmo assim me fiz por feliz




Ao saber que de seus lábios sorrindo
Mesmo distante vou decolando te amando
Por que quem ama não aprisiona ninguém
Apenas sai, decola e chora a tua felicidade voando.




Não digas nada de mal de mim
Por que jamais faria isso de ti.
Eu que já não tenho ninguém decolo
Ao lembrar o beijo que roubei do seu colo ali.




Quando eu fui feliz te beijei
Ao te amar decolei...
Hoje mesmo distante jamais esqueci
Dos lugares altos que por amor eu passei.




Quando decidires as portas estarão sempre aqui
Esperando você pousar no aeroporto de meus braços
Onde eu decolo, pouso e sou feliz.
Por causa de um beijo que recebi de ti.




Então eu decolo pra ser feliz
E te amo pra sentir-me de ti
Onde mora a felicidade que se chama
Do nosso amor que jamais eu perdi.




Deixa-me decolar outra vez...
Pra você perceber o quanto
Sou melhor ao lado seu
Onde é vida e luz do que nunca se prometeu




Apenas fui feliz e decolei
Por causa de um amor que por um dia herdei.
Onde estou ao berço da felicidade
A espera do que jamais aconteceu de verdade.




Eu decolando e você me amando...
Foi uma fábula que vivi dormindo
Por que você se foi




Mas continuei voando.





“Quando decolei” – Czar D’alma.


8 comentários:

Elaine disse...

Nossa, meus Parabéns Julio por esse Poema, Lindo D+ .Amei!!

Czar D'alma - poeta disse...

Olá, Elaine, linda Dama! Muito

O B R I G A D O! Ter sua participação

aqui, como as demais fazem em mim

algo que deixa minha alma mais feliz,

leve e realizado!

Muito Obrigado à ti e todos que

cooperam pra esse sentimento em

minha alma!

Beijos N'alma e carpe diem!

Até!

João Paulo Moço disse...

"Quem ama não aprisiona ninguém!", diz o sábio poeta. É aqui que me pergunto: sabemos mesmo o que é o amor? Porque, não me orgulho de dizer isso: tudo que eu vi e provei até hoje foi uma escravidão disfarçada, frustrações por opiniões divergentes e a não aceitação de tais opiniões, sempre com o mesmo lado tendo de ceder no final para a manutenção "harmoniosa" desse "amor".

Não digas nada de mal de mim? Oh! Por tantas vezes, quem me jurou amor, quem me pôs nas alturas, ao primeiro balançar de ventos mais fortes, crucificou-me como o pior de meus inimigos!

Mestre D'Alma, por meus grilhões, esqueci de muitas coisas que fazia com graça! E uma delas era ler teus poemas libertadores! Mas, eu voltei! E quero ficar..., para sempre!

Seus versos não poderiam vir em melhor momento. Pois, hoje, estou triste..., sem o brilho nos olhos que outrora, muitas vezes, tu viste pessoalmente, amigo.

Obrigado por suas gotas de luz e sabedoria!

Czar D'alma - poeta disse...

Olá, João P. Moço, nobre Amigo e cavalheiro! Suas palavras são tão apropriadas quanto a obra lida e em
questão! Bem, essas coisas podem ser
assim, mas não "deveriam" ser assim! Há também relatos, quero acreditar que, não permanece a mesma tenacidade...
Sinto-me lisonjeado com suas palavras, porém, ainda mais com sua amizade e carisma! Muito Obrigado, hoje e sempre! Mas, não me sinto "Mestre", como denotas, porém, não posso deixar de me sentir feliz e agraciado com tudo que disseste.
Beijo N'alma e carpe diem!

Até!!


P.s.:Conte comigo, seja a razão que for... Sou teu conservo.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ana mary disse...

td aqui es muito lindo me sinto uma paz

ana mary disse...

td qui es uito lindo nossa mw da uma paz bjs amigo parabens

Czar D'alma - poeta disse...

Obrigado, Ana, querida amiga!

Me sinto privilegiado por todos e todas

vocês!! Muito Obrigado, hoje e sempre!!

Beijos N'alma e carpe diem!!!!