Seguidores

2010/12/11

Você me dá!

Você me dá



Você me dá!
Um jeito danado de bom...
Coração á disparar, teu rosto no olhar!
Tua voz, na minha conspiração, teu jeito meigo, tão bom!

Você me dá vontade de não parar...
Seguir o véu de estrelas quando acontece de você chegar!
Agente não tem rotas, a não ser a do seu corpo, minha aflição.
Você me dá o que, na vida ainda não deixou inspirar...

A cada frase sua poesia minha és!
Em cada passo que tu se doas, recorro ao Gil e ao Tom!
Você me dá um jeito dengoso no coração...
Vontade de chorar em seus leitos e beijos naufragar, ambição!

Você me dá...  O eu contigo
O mero farrapo humano que, derrotas a nação!
Em berço esplêndido dorme o poeta...
Quando você me dá e tira o meu chão!

Você me dá... E devolve sonhos por que não?



Czar D’alma – Escritor e poeta.
Postar um comentário